É considerado como fazendo parte do 'público' qualquer pessoa que naquela matéria não exerça a título principal funções de autoridade política ou uma profissão relevante. Nesse sentido, quem compõe o público dependerá da questão em apreço e do tipo de interesse ou relação de cada um com essa questão. Uma pessoa pode ter um interesse pessoal e social como parte do público, e possivelmente também um interesse de trabalho ou profissional.

 Os públicos relevantes irão surgirão por referência a cada questão específica; alguns afirmarão os seus interesses, enquanto que outros podem ter de ser procurados, devendo ser envidados os esforços necessários para os envolver.

Irlanda - Debate público sobre o aborto e revogação da oitava emenda à constituição (2016)

Uma Assembleia de Cidadãos, constituída por um grupo representativo de 99 cidadãos e um presidente nomeado pelo governo, foi formada para aconselhar uma comissão parlamentar sobre a revogação da Oitava Emenda à Constituição, que proibia a interrupção da gravidez.

Alemanha - Discurso público sobre edição do genoma (2019)

O projeto Genomchirurgie im gesellschaftlichen Diskurs envolveu grupos diferentes, incluindo crianças em idade escolar. Os alunos participaram com os seus professores num jogo de simulação sobre uma tecnologia de ativação de genes, com recuso a um kit de ferramentas especialmente desenvolvido para o efeito.

Reino Unido - Envolvimento do público em neurociência, dependência e drogas (2007)

O exemplo de debate público no Reino Unido “Envolvimento público em ciências do cérebro, dependência e drogas” demonstrou a utilidade de tomar medidas inovadoras com vista a envolver grupos mais difíceis de contactar e que podem ter dificuldade em participar abertamente nas atividades de debate público por convite.


EXEMPLOS :